Bolsonaro diz que “a família está definida na Bíblia”: “homem, mulher e filhos”

JAIR-BOLSONARO-2021-AUXILIO-BRASIL1.webp

Créditos da Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a tocar na pauta de costumes ao participar de um culto evangélico em Vitória do Mearim, no Maranhão, nesta quinta-feira, 14. Ao se dirigir para apoiadores e fiéis, o mandatário afirmou que “a família está definida na Bíblia”. Para ele, a composição de uma família é feita “por um homem, uma mulher e seus filhos”

Pautas relacionadas à extrema direita e de teor conservador sempre foram exploradas por Bolsonaro. Um dos lemas da sua pré-campanha para presidente nas eleições de 2018 era “Deus, pátria e liberdade”. Ele atraiu eleitores com declarações polêmicas, muitas delas de caráter preconceituoso e intolerante, em relação à “pauta de costumes” (família, aborto, sexualidade, drogas e outros). Estes temas o ajudaram a se manter por quase três décadas como deputado federal.

“A família está definida na Bíblia. É impossível alguém emendá-la, mas está também na nossa Constituição. Se querem mudar isso, comecem mudando a Constituição. Vai ter a nossa oposição. A da bancada evangélica, católica, entre outras bancadas. Mas não podemos mudar a nossa sociedade”, declarou.

“Nós somos isso que está aqui. Um homem, a mulher e os seus filhos. É isso que nós queremos. Não podemos deixar que mudem isso no nosso Brasil.”
Jair Bolsonaro

No discurso que fez no evento, Bolsonaro procurou direcioná-lo para as mulheres, uma parcela do eleitorado que o presidente possui maior rejeição, conforme apontam pesquisas de opinião. Ele fez menção ao Auxílio Brasil e à maratona de titulações de terra para famílias assentadas, com o intuito de cativar o eleitorado feminino.
“Hoje são 18 milhões de pessoas que recebem o Auxílio Brasil. E dois terços dessas pessoas, ou seja, 12 milhões, são mulheres. É nossa política voltada para atender preferencialmente a mulher”, disse. “Titulamos 360 mil pessoas pelo Brasil, 90% de mulheres. Quando é um casal, nós titulamos no nome da mulher. Que, por vezes, quando coloca o nome do homem, ele tem uma propriedade… Às vezes ele fica meio sem rumo. Agora, o rumo é a mulher. O dono do pedaço de papel é a mulher. E assim nós trabalhamos para as mulheres do Brasil”, emendou.
O culto na cidade maranhense foi realizado durante o 38º Congresso Estadual das Missionárias e Dirigentes de Círculo de Oração da Convenção Estadual das Assembleias de Deus do Maranhão.

Fonte: O povo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

scroll to top